BRASILIA, 26 DE MAIO DE 2013

TRANSCORRIDOS MAIS DE SEIS MESES DO RECEBIMENTO DO EMAIL "Fwd:" ABAIXO, CONTENDO RETRANSMISSÃO DE MENSAGEM PARTICULAR DE INSTERESSE PÚBLICO CUJO DESTINATÁRIO ORIGINAL NA IMPRENSA DELE NÃO FEZ USO NESSE PERÍODO, O EDITOR DO MEMORIAL DO SEMINÁRIO IR-AP MANTIDO EM http://www.cic.unb.br/~rezende/trabs/seminarioIR-AP.html E DESTINATÁRIO DO ENCAMINHAMENTO (Fwd:) PUBLICA-O, NESSE MEMORIAL A PARTIR DESTA DATA, COM BASE MORAL NO INTERESSE ACADEMICO DO SEU CONTEÚDO E COM AMPARO LEGAL NO INCISO III DO ART. 46 DA LEI 9.610/98 (dos Direitos Autorais)

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Assunto: Fwd: FW: RES: Imprensa - Suposta fraude em eleição no RJ - Perguntas técnicas
De: XXXXX
Data: 22-12-2012 09:07
Para: Pedro Antonio Dourado de Rezende <prezende@unb.br>

Pedro,

Seguem abaixo esclarecimentos da assessoria de imprensa do TSE para as perguntas do XXXX (portal XXXX). Na minha opinião, eliminam o TSE como um possível corretor de resultados e implicam necessariamente na manipulação de BUs eletrônicos.

Abraço,
--
XXXX

---------- Forwarded message ----------
From: XXXX
Date: Dec 21, 2012 6:03 PM
Subject: FW: RES: Imprensa - Suposta fraude em eleição no RJ - Perguntas técnicas
To: XXXX

Professor,

Talvez lhe interesse.

Parece que, pela descrição, a fraude "denunciada" é plausível, e ao mesmo tempo muito fácil de ser detectada, inclusive pelos próprios partidos (se não pelo BU, pelo RDV ou pelo próprio TRE, afinal os BUs impressos e fisicamente assinados devem estar com eles).

Abraço.

XXXX

-----Original Message-----
From: XXXX@tse.jus.br]
Sent: Friday, December 21, 2012 5:54 PM
To: XXXX
Subject: ENC: RES: Imprensa - Suposta fraude em eleição no RJ - Perguntas técnicas

Olá XXXX, boa tarde!

Seguem as respostas..desculpe a demora..abraços!


1.       Os boletins de urna publicados pelo TSE na internet tiveram suas assinaturas digitais verificadas em qual ponto do processo?

Quando do encerramento da votação, a urna eletrônica emite o boletim de urna em papel em quantidade de vias suficientes para a Justiça Eleitoral, fiscais de partido, ministério público e imprensa. Todas as vias do boletim de urna são assinados pelos presentes, incluindo-se fiscais de partidos. Três vias ficam de posse da Justiça Eleitoral (vide incisos  Resolução TSE 23.372
http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tse-resolucao-tse-no-23-372-elei coes-2012.

Os boletins impressos contém o resultado da votação na urna eletrônica e são utilizados para auditar as transmissões realizadas. Uma cópia eletrônica do boletim de urna é criptografada, assinada digitalmente e gravada em uma memória de resultado (dispositivo eletrônico similar a um pendrive). A memória de resultados é levada até um ponto de transmissão de dados da Justiça Eleitoral e inserida em um computador que possui o ‘Sistema Transportador’, desenvolvido pelo TSE. Nesse momento, o sistema transportador faz a verificação da assinatura digital do boletim de urna. Caso a assinatura seja reconhecida, o boletim de urna é transmitido para o TRE. Ao ser recebido pelo sistema ‘RecArquivos’, disponível em equipamento servidor responsável pela totalização, uma segunda verificação da assinatura digital é realizada. Caso a assinatura seja reconhecida, o boletim de urna passa pelo processo de decriptografia e é preparado para passar por verificações adicionais e posterior totalização dos votos em banco de dados.


2. Em que ponto da totalização é verificada a assinatura de um BU pela última vez? No TRE, no TSE...

A última verificação da  assinatura digital do boletim de urna é realizada no TRE, quando do seu recebimento sistema RecArquivos, logo antes de ser totalizado em banco de dados.


3. Quando BUs são transmitidos do TRE ao TSE, é enviada também a assinatura digital ou apenas os totais (já somados?)?

Durante as eleições municipais os BUs não são transmitidos do TRE ao TSE. São transmitidos apenas totais sumarizados de votação com vistas à divulgação de resultados.


4. Em que ponto do processo é verificada a assinatura digital do RDV, cedido aos partidos para conferência da totalização, pela última vez?

Tanto no envio dos RDVs por meio do Sistema Transportador, a partir dos locais de transmissão de dados, quanto no recebimento desses RDVs no TRE, por meio do sistema RecArquivos.

Por fim, informamos que é possível comparar os boletins de urna impressos na seção eleitoral com aqueles transmitidos ao TRE por meio do sistema ‘Boletim de urna na Web”.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++